início | contacto | sugestões | fórum | info 

 vícios
:: o vício das comida
:: o vício das compras
:: o vício do sexo
:: o vício das drogas
:: o vício da Internet
 extras
:: contacto
:: sugestões
:: fórum
:: livro de visitas
 site
:: info 


OS VÍCIOS

 Internet

 A Internet começou a tornar-se num meio de massas em finais da década de 90 e, desde então, mudou o comportamento humano nas sociedades mais desenvolvidas

 Em meados de 1996, o número de usuários de Internet no planeta era estimado em 37 milhões, equivalentes a 0,88% da população da época. Dez anos depois, 15,7% do mundo navegam pela rede de computadores, com um total que já passou o primeiro bilhão de usuários, segundo dados do serviço Internet World Stats.

 Pesquisadores  afirmam  que, embora seja uma valiosa ferramenta para comunicação, O impacto que ela tem sobre o nosso quotidiano varia de caso para caso, tendo a Internet propriedades que, para alguns indivíduos, promovem comportamentos viciosos e relacionamentos interpessoais de falsa intimidade. Estima-se que de 5% a 10% extrapolam o uso da Internet de alguma forma, o que daria, no mínimo, 50 milhões de pessoas.

 Em pouco tempo, a Internet tornou-se parte fundamental da vida pessoal e profissional de boa parte da humanidade, mas tanto a sua importância como os efeitos que acarreta nos usuários ainda não são bem compreendidos.

 Uns utilizam-na comedidamente; outros chegam a fazer “directas” para conversar com amigos e conhecer novas pessoas. Há quem utilize a Internet como recurso de trabalho, mas também há aqueles que a usam de forma que chega a colocar em risco o seu rendimento laboral ou escolar.

 Aos psicólogos interessa, sobretudo, estudar a utilização patológica da Internet, uma expressão “politicamente correcta” em que a comunidade científica se apoia para designar aquilo a que costumamos chamar dependência da Internet. Para alguns médicos esta caracteriza-se por uma “preocupação com actividades on-line que resulta em problemas com as relações interpessoais, o trabalho e a saúde".

 É conveniente lembrar que "é necessária, muita pesquisa para demonstrar a existência de um novo distúrbio".

 Como a investigação nesta área ainda se encontra numa fase inicial,  não se acredita  ainda que a dependência da Internet passe a ser considerada uma doença.

  links relacionados
:: Sexo Compulsivo
:: Vício da Comida
:: Vícios Modernos
  votação
 
  fórum vícios
  visitas